terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Respeito ao Próximo


Respeito ao próximo, é o que todo pai ensina ao seu filho (ou pelo menos deveria ensinar). A noção de que o seu direito termina onde o do outro começa. Na teoria é bem simples e objetivo. Mas na prática caro amigo leitor, não é bem assim que as coisas são. Sabe aquela situação em que no ônibus, alguém cede o lugar para uma pessoa idosa, grávida ou com criança de colo?

Pois então, esse tipo de atitude está cada vez mais difícil de encontrar hoje em dia. As pessoas só se preocupam consigo mesmas. No seu conforto, no seu bem- estar, na sua segurança. Resumindo, que se danem os outros, eu quero saber de mim.

Será que pichadores quando vão deixar suas “marcas” em muros e prédios, pensam no trabalho que alguém teve pra pintar?


Será que quando bailes ou festas acontecem alguém lembra que existem pessoas que não são obrigadas a ouvir aquele tipo de música, ou que simplesmente, precisam dormir para acordar cedo no dia seguinte?


Nas favelas, o caso é mais específico. Pois se você mora em uma comunidade, e não gosta de funk ou pagode, está em maus lençóis. Terá que engolir, suportar e ouvir pessoas até altas horas da madrugada, se divertindo ao som de um desses ritmos tão populares.


Na teoria a igreja (não importando a denominação) é um lugar ao qual, se deve ter o mínimo de respeito e temor. Afinal, ali é um local sagrado, aonde as pessoas vão para buscar a Deus. Mas nas favelas, onde geralmente as igrejas são menores, não é isso que acontece.


Será que bares e locais do tipo, se preocupam em diminuir o som e a gritaria quando está havendo algum culto ou reunião?


Pois com certeza a disputa entre uma ou várias caixas de som gigantes e um homem falando (mesmo com o melhor dos microfones), seria uma tanto quanto injusta concorda? Será que pessoas alcoolizadas se preocupam em não sujar, jogar lixo nos arredores da igreja, ou até pasmem, em não satisfazer suas necessidades fisiológicas naquele lugar?


Afinal, existem pessoas que prezam e se empenham profundamente em manter aquele local limpo e habitável.


Será que é esse o respeito ao próximo e ao espaço do outro que ouvimos falar, que muitos fazem questão de dizer que tem, e que nos foi ensinado por nossos pais?


Acontece caro amigo leitor, que se realmente as pessoas respeitassem umas as outras, e não fossem tão egoístas, as coisas seriam um bocado diferentes por aqui.

2 comentários:

  1. Oii amiga!
    Obrigada pelas felicitações por conta do meu sobrinho fofo*-*

    Concordo com vc. Penso que esse mundo podia ser bem melhor se cada um respeitasse o espaço do outro.
    Ótima colocação!!

    BeijO flor!!
    http://evesimplesassim.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi amiga estava precisando dessa mensagem para o meu filho.
    Imprimir e mandei ele levar pra escola.
    Aguardo sua vista e já estou te seguindo.

    ResponderExcluir