quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Felizes para sempre

 

 

Passamos por muitas lutas no decorrer da vida. Algumas vezes ganhamos, algumas vezes perdemos. As coisas nem sempre acontecem do jeito que a gente quer ou espera que aconteça.

A fé consiste em dar nosso máximo em tudo, e crer que a vontade de Deus será feita e que mesmo não coincidindo com a nossa, é infinitamente melhor, Ele sabe o que faz.

Isso é muito fácil na teoria, mas na prática não é bem assim. Quando lutamos muito por determinada coisa, e simplesmente não a conquistamos, a sensação de incapacidade é enorme, e quando isso acontece, algumas vezes, talvez na maioria delas, nos fazemos de vítimas, chorando, reclamando de tudo e pondo a culpa em Deus e no mundo.

Tal atitude nos conforta, tira o peso que damos a perda de nossas costas. Afinal, quando nos conscientizamos que o maior culpado pelas nossas derrotas está no reflexo do espelho, temos que mudar e rever nossas atitudes, o que dá certo trabalho.
É muito mais fácil jogar a culpa em qualquer um, no professor, no tempo, na política. “A culpa é minha e eu coloco em quem eu quiser.” Já dizia o sábio Homer Simpson.

Felizmente, a vida não é feito só de êxitos e vitórias. Felizmente pois, se assim fosse de fato, estaríamos perdidos. Possivelmente não estaríamos andando, falando, comendo, lendo e mais uma infinidade de outras coisas que nascemos sem saber e não aprendemos de primeira.

Nos acostumamos às histórias de filmes da Disney e de novelas das oito, onde a mocinha sofre igual a um capacho para no final, encontrar um lindo príncipe, e começar a cantar e dançar lindamente como em um musical, e ser feliz para sempre, na vida real as pessoas não saem dançando sincronizadamente do nada.

Enquanto tivermos como referência de felicidade as histórias que vemos na Tv, não estaremos satisfeitos com nossa vida, que por maior clichê que seja, é feita de altos e baixos. Devemos aproveitar os momentos altos para agradecer como Deus é maravilhoso para nos proporcionar tal vitória, e nos momentos baixos devemos agradecer como Deus é misericordioso por ter a paciência de nos ensinar. Está aí, uma boa definição para os momentos baixos, aprendizado.

Nossa vida não é como os filmes da Disney que acabam no “felizes para sempre”, ela é muito melhor!

Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco 1 Ts 5.18.

Nenhum comentário:

Postar um comentário